Retomada das obras da Escola Estadual Martinho Prado

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
03/05/2021 19:06 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Alex de Madureira

Compartilhar:

Alex de Madureira (2⁰ à esq.)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2021/fg266010.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Na tarde de 29/4, o deputado Alex de Madureira (PSD) esteve na Secretaria de Educação do Estado, em reunião com o secretário Rossieli Soares, para tratar sobre reivindicações para a cidade de Mogi Guaçu, acompanhado do vice-prefeito da cidade, Major Marcos Luiz, do vereador, Pezão, da supervisora administrativa, Ana Cristina e da assessora pedagógica, Leia.

Durante o encontro, o deputado, que é o Coordenador de Projetos Parlamentares da Assembleia, foi informado pelo secretário Rossieli Soares, que serão retomadas, no segundo semestre de 2021, as obras da Escola Estadual Martinho Prado, localizada no Distrito de Martinho Prado Júnior.

A construção havia sido paralisada após atraso da empresa responsável pela obra. "Assim que soube da paralisação das obras da escola Martinho Prado, mobilizei meu gabinete e encaminhei um pedido ao secretário Rossieli Soares com a solicitação de retomada da construção. Fomos atendidos e em breve Mogi Guaçu contará com mais esse equipamento educacional, que será de extrema importância na formação dos jovens da cidade", ressaltou o deputado Alex de Madureira.

A escola será voltada aos alunos do Ensino Médio e terá seis salas de aula, espaço para atividades de reforço escolar, biblioteca e quadra poliesportiva, em uma área construída de mais de 2600 metros quadrados. Com a inauguração da escola, a rede de ensino público da cidade passará a contar com 18 escolas de Ensino Médio. As 17 atuais atendem atualmente cerca de 3.900 alunos.