Ação para o cadastramento de medula óssea


19/02/2020 07:15 | Atividade Parlamentar | Da assessoria da deputada Edna Macedo

Compartilhar:

Edna Macedo com assessores<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-02-2020/fg247064.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A deputada Edna Macedo (Republicanos-SP) promoveu no sábado (15/2), uma ação para o cadastramento de medula óssea de seus assessores. O evento aconteceu no Hemocentro da Santa Casa de São Paulo, localizada na região central da capital.

A deputada, que já perdeu um neto de 6 anos para a Leucemia, aproveitou o Fevereiro Laranja, mês de conscientização contra a doença, para reforçar a importância do cadastramento no banco de medula óssea, já que muitas vezes o transplante pode ser a única chance de cura. "A chance de compatibilidade de medula é de 1 a cada 100 mil pessoas, então quanto mais pessoas cadastradas, mais chances de encontrar um doador", destacou Edna Macedo.

Para se cadastrar como doador, o cidadão deve ter entre 18 e 55 anos de idade, estar em bom estado geral de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico e comparecer ao Hemocentro com um documento original com foto. Durante o procedimento são coletados uma amostra de 5ml de sangue e não é necessário estar em jejum.