Queda de qualidade da merenda escolar é criticada


13/03/2019 15:09 | Atividade Parlamentar | Da assessoria da deputada Márcia Lia

Márcia Lia<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-03-2019/fg231060.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A decisão do governo João Doria de aumentar itens industrializados na alimentação escolar em detrimento de produtos frescos causou indignação na deputada Márcia Lia. Da tribuna da Alesp, ela tentou sensibilizar o governador sobre o aumento de produtos que pouco ou nada contribuem para a boa nutrição dos estudantes.

Em seu primeiro mandato, Márcia Lia realizou um trabalho consistente para ampliar a compra de alimentos produzidos nos assentamentos rurais pelas prefeituras e até pelo próprio governo estadual. Lutamos muito para melhorar a alimentação servida aos alunos. O governo Alckmin servia carne enlatada, difícil de ser engolida; foi uma luta muito grande, inclusive de parte da imprensa, para que a alimentação fosse melhorada, lembrou a deputada.

Márcia Lia ressaltou que a alimentação escolar não pode ser tratada de acordo com a vontade do gestor. Temos feito muitos esforços para ampliar a oferta de alimentos produzidos nos assentamentos às escolas públicas, e agora vemos o estado dando esse retrocesso como exemplo às prefeituras, afirmou. Essa alimentação escolar é, muitas vezes, a única refeição de uma criança no dia, por isso precisa ser servida em quantidade suficiente e de boa qualidade, disse.

O histórico do atual governador à frente da prefeitura de São Paulo inclui decisões polêmicas e rechaçadas pela sociedade, no que se refere ao tema.